Entre Linhas Mas do que uma simples comédia romântica, um convite aos clássicos.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Entre Linhas Mas do que uma simples comédia romântica, um convite aos clássicos.

Mensagem por sandyleahlove em Sab Jun 17, 2017 10:59 pm

William (Murilo Benício) foi criado num internato fora do país e por isso nunca perdoou seu tio Romeu (Luiz Gustavo). Mas foi por ter crescido na Europa que o rapaz conseguiu publicar seu primeiro livro e se tornar um dos maiores autores Best Sellers da atualidade. Mas quando Romeu passa mal, que William tem que passar por cima do ressentimento e voltar ao país onde nasceu. William é um cara meio melancólico que vive passando de cama em cama, mas esconde um desejo infantil: sempre sonhou com um amor a primeira vista, desses que agente só tem uma vez na vida, mas esconde esse e outros segredos numa armadura de malandro incorrigível e convencido.
Romeu é dono da maior rede de atacado de livros da América Latina, mas vive recluso em Petrópolis, numa livraria chamada “Entre Linhas”, com sua filha Elizabeth (Alinne Moraes). ElÍ, como é mais conhecida, é uma conceituada crítica literária: um pouco esnobe, não acredita muito em amor, além de morrer de ódio do sucesso da obra de certo autor, a qual define como “a mais melosa e mal feita história de amor da face da terra”, sem saber que esse autor é seu primo. Romeu nunca contou o porquê de ter afastado o sobrinho órfão da família, o que vai deixar Eli com a pulga atrás da orelha.
Elizabeth tem sérios problemas com Flor (Danton Melo), seu namorado da "vida inteira", ou melhor ex, porque o cara cansou de servir de gato e sapato e acabou construindo uma família com Eustácia (Maria Eduarda de Carvalho) uma mulher extremamente agitada, levemente descontrolada e super desbocada.
...
Os únicos funcionários da “Entre Linhas” são Helena (Myriam Freeland) apelidada de Lena, mãe solteira que criou a filha Emma (Giullia Buscacio) sozinha, e desde que foi a abandonada pelo pai da mesma é bastante carente; Lisandro (Johnny Massaroi) rapaz que sustenta sozinho a mãe Julieta (Nicette Bruno) e a irmã mais nova Jane (Julia Dalavia); Demétrio (Thiago Fragoso) um homem com sérios problemas de autoestima que tem um “crush” em Lena; E Hermê (Marjorie Estiano) que é apelido para seu nome verdadeiro Hérmia (o qual odeia) uma mulher forte, mas que após perder o marido para uma infecção hospitalar, tem sérios problemas com vírus e bactérias e tem no álcool gel seu novo companheiro.
...
Anna (Paloma Duarte) casou muito cedo com o descendente de russo Alexei (Petrônio Gontijo), e desde então vive um relacionamento abusivo, que apesar de nunca ter violência física, faz da vida da mulher um inferno.  Anna vê seus únicos momentos de felicidade quando sai para ler com o irmão George (Miguel Thiré), um meio play boy, meio bom moço que tem como única atividade falar de literatura na internet e vive na barra da saia da irmã, já que mesmo com mais de trinta não trabalha, na livraria “Entre linhas”. Anna acaba criando um vínculo de amizade com Demétrio, pelo menos da parte dele, já que ela começa se apaixonar por ele enquanto ele interpreta as mais belas declarações de amor da literatura. Enquanto a relação com a filha Dorothy (Barbara França) sofre um abalo, pois a garota, responsável e bastante decidida, trás para si as responsabilidades em relação a irmãzinha Alice, pois sente que as duas são "desprezadas" em meio turbilhão que se tornou a relação entre os pais.
...
Assim que William chega ao Brasil, vem disposto a lavar a roupa suja de anos de ressentimento, mas Romeu finge piorar. Ele entre e ElÍ o preconceito termina culminando em ódio a primeira vista. Assim que o moço tenta culpar o pai dela por tê-lo afastado da família, ela defende Romeu e o clima esquenta. Cada uma fica de um lado da velha sala de estar da casa do velhinho atrás da livraria, ruminando de raiva. William tenta posar de indiferente e pega um volume com capa cor-de-rosa e começar a ler uma página aleatória. Enquanto ele lê o trecho os móveis da sala vão sumindo, ele e Eli não são mais eles mesmos, a sala não é mais estreita e sim um salão de festas de outra época, eles trocam um diálogo que não é deles, como se fossem obrigados, sentem uma emoção que não é deles, mas é autêntica. Assim que ele para de ler o transe termina e Eli cai desmaiada no chão da sala. Ele corre e a leva pro quarto de Romeu que ao ver a filha naquele estado pula da cama, acabando com sua farsa. Na correria William deixa o livro caído no chão: “Orgulho & Preconceito”. William pede explicações sobre o fenômeno que presenciou a Romeu, que desconversa e afirma que o cansaço deve ter o afetado. Will vai dormir achando que precisa procurar um psiquiatra.
...
Durante a noite seu Romeu foge e vai até a janela de dona Julieta: ela foi empregada na casa dos pais dele, e era melhor amiga de Vitória, a mãe de William. Ela se recusa a abrir a porta para ele. Então ele finge um desmaio e Julieta corre para socorrê-lo e o trazer para dentro. Os acabam tendo uma conversa que precisavam ter a anos: ele não pode se casar com ela por causa do pai, que o proibiu e a despediu na época. Apesar da dureza dela os dois acabam fazendo as pazes, o que abre uma brecha para o velhinho desabafar sobre a história de William: Desde de muito pequena Vitória dele apresentou um comportamento estranho; Apreendeu a ler sozinha e logo começou a ler livros grandes, livros complicados. Na adolescência passava horas trancada no quarto lendo, sem parar. Até que o que ela lia, interferia nela, nos outros, no ambiente; Direta e indiretamente: criava alucinações coletivas, alterava e mexia com os sentidos e sentimentos seus e alheios. Perto de completar vinte e oito anos, Vitória se apaixonou por Leandro (um contador da empresa) e engravidou de William. O Pai dela, o demitiu e ele fugiu pro mundo. Na gravidez as manias de Vitória só pioraram e ela ficou estranha. Até que morreu logo após o parto do filho. Romeu percebeu esse mesmo comportamento no sobrinho e pensou que se afastasse ele da família conseguiria tardar o "dom" dele, mas agora vemos que não adiantou muita coisa.
...
William percebe que Elí não se lembra do ocorrido e acha que fui tudo um sonho. Elí se desespera ao pereceber que Seu Romeu fugiu. William pede ajuda a Lisandro e Demétrio para procurarem o seu tio. Demétrio decide avisar em casa que vai chegar tarde e acaba encontrando o patrão dormindo no colo da mãe e se controla para não bater no velho; Elí agradece Demétrio com um forte abraço, o que incomoda William. Seu Romeu ouve o sermão de sua filha e para despistar resolve apresentar seus "companheiros" ao sobrinho:  Demétrio e Lisandro que ele já conheceu, e Lena e Hermê: para enciumar a prima ele tasca um beijo no rosto delas. Lena fica toda vergonhosa, mas Hermê fica extremamente louca e corre para esfregar álcool gel na bochecha, deixando Will sem jeito. Elí não se segura e solta uma gargalhada.
...
No dia seguinte Anna e George aparecem como sempre para passarem a tarde na livraria e conhecem William. Os três se dão muito bem, e George se mostra fã dos livros escritos por William. Elí escuta a conversa e se entromete fazendo uma crítica nada construtiva a obra do primo. Os dois tem mais um arranca rabo, desta vez público. George se encanta por Jane, a filha de Lena e dois conversam um pouco enquanto o arranca rabo acontece. Anna fica meio constrangida, decide ir embora, mas é impedida por Demétrio. O arranca rabo termina com quase um beijo entre eles.  Lena decide conversa com William e Hermê serve um copo de água para Elí. Mas calmo, William se senta para decansar na área de leitura da livraria, e pega um volume: "Sonhos de uma noite de verão".
...
No dia seguinte, com o volume nas mãos, William decide pedir desculpas a Elí e acaba deixando seus sentimentos a mostra. Mas algo aconteceu de diferente no ambiente: Hermê largou os óculos e o álcool gel e vem com um batom vermelho e cabelos soltos conversa, toda compreensiva com ele; Lisandro entrega uma flor a Hermê, deixando Lena enciumada;  Em determinado momento Hermê tasca um beijão em William, se esquecendo do matrimônio com o álcool gel. Elí fica enciumada, mas é consolada por Demétrio, que está bastante estranho. Lisandro ameça bater em William; Hermê o impede falando precipitadamente que ama Will fazendo Lisandro cair no chorô. Demétrio se declara para Elí, que o despresa. Lena cai no choro  e se declara para Demétrio. No meio desse pandemônio Anna e George aparecem e presenciam as "declarações".  Anna saí correndo chorrando, e George a segue, mas acaba ficando pelo caminho pois cruza com Emma e Jane, se "´apaixonando" por Jane e acendendo o ódio de Emma. Até que William larga o volume no chão: Hermê surta e derruba um pote de álcool gel em si mesma; Demétrio sai correndo atrás de Anna; Lisandro e Lena se entreolham e voltam a trabalhar, vermelhos de vergonha; George caí na real e destribiu beijos entre as duas meninas, que já estavam saíndo no tapa por ele; e  Elí e William se abraçam, mas logo se soltam. Demétrio se declara para Anna, que acaba tascando um beijo nele. Anna confessa a Emma que se apaixonou por George, e Emma arrogante,  mente, contando que não sente nada por ele, e ainda por cima: nunca irá ter nada com ninguém, se basta por si só.
...
William põe o tio contra a parede, que acaba contando toda a verdade a ele. Incrédulo, William tem uma crise de risadas. Romeu pega alguns livros, disposto a provar o que diz. O velhinho leva o sobrinho até a janela de Julieta e abrindo um dos livros em determninada parte, dá instruções expressas. Assim que Julieta aparece na janela zombando de Romeu, o chamando de gágá, William começa a ler uma determinada parte de "Romeu & Julieta": um colapso entre tempo e espaço ocorre, os velhinhos se tornam jovens de quinze anos, o cenario muda, dento William como espectador e controlador do espectáculo. Julieta se declara:
"Meu inimigo é apenas o teu nome. Continuarias sendo o que és, se acaso Montecchio tu não fosses. Que é Montecchio? Não será mão, nem pé, nem braço ou rosto, nem parte alguma que pertença ao corpo. Sê outro nome. Que há num simples nome? O que chamamos rosa, sob uma outra designação teria igual perfume. Assim Romeu, se não tivesse o nome de Romeu, conservara a tão preciosa perfeição que dele é sem esse título. Romeu, risca teu nome, e, em troca dele, que não é parte alguma de ti mesmo, fica comigo inteira."
Maravilhado pelo que vê e pelo poder que emana de si mesmo, William fecha a peça de Shakespeare, e abre um volume aleatório trazido pelo velho: "O engenhoso fidalgo Dom quixote de la Mancha". E Romeu volta a ser velho, e gritando não o nome de julieta parte para cima da casa da velhinha que se assusta ao vê-lo com força sobre humana saltar e ficar preso entre a sua janela e uma árvore que faz sombra colada em sua janela. William fecha o volume enquanto não consegue para de rir.
...
Emma chora no banheiro e Elí a surpreende a consolando. As duas tem uma grande conversa, e se tornam amigas. Para selarem a nova amizade, as duas lêem em voz alta juntas um volume que Elí presenteia a garota: o "Emma". Enquanto Elí lê, uma força age sem elas se darem conta, e Emma decide "Arrumar" a vida amorosa dos presentes na "Entre linhas", igual outra Emma metida a casamenteira num certo romance...
Com tremendo ódio de Jane, Emma decide começar por Anna e Demétrio, e para isso precisa encontar um par para o Gélido russo, marido de Anna. E lá vai ela tentar "concertar" a cabeça de Hermê. Jane sente algo estranho com Emma, que a trata de forma hostíl. Emma entra de cabeça em um "projeto" que começa por um banho de loja na desajeitada vendedora. Mas o seu maior problema na verdade, está em conseguir o "divórcio" da moça com o álcool gel e com a mania de limpeza.
...
Romeu faz William prometer que nunca mais chegará perto desses livros: ele não precisa parar de ler, mas a certos livros que despertou essa magia, esses ele não pode chegar nem perto, porque talvez ele não consiga controlar o que cria.
Anna não aguenta e passa a se encontrar as escondidas com Demétrio. Emma põe me prática seu plano e apresenta a Liéven Hermê, mas ela estraga tudo porque depois do encontro passa horas no banheiro se lavando. Lisandro pede Lena em namoro, mas ela recusa, pois acha que não está preparada para o amor de novo, depois do que sofreu com o pai de Emma. Emma escuta uma conversa entre Anna e Demétrio e descobre que o russo é seu verdadeiro pai. Descontrolada Emma vai tirar sastisfações com Liéven e acaba abortando seu "projeto". Liéven pela primeira vez bate em Anna por ter relevelado esse segredo. Demétrio fica transtornado e bate em Liéven. Hermê se vê apaixonado por uma cara que sabe que é um canalha e sofre, falando algumas verdades a Emma. George rejeita Jane e revela que ama Emma, essa corre para se consolar com ele, que a repe-le: Você precisa crescer primeiro. Lena e Emma choram abraçadas.
...
William se dá conta que está apaixonado e vai se declarar a Elí, mas acaba escutando o final de uma conversa entre Emma e a prima e entendendo errado, achando que ela está apaixonada por outro. Sofrendo pela primeira vez na vida, William pega um volume, dispoto a fazer com que Elí se apaixone por ele e lê, "Grandes esperanças":
Você é parte da minha existência, parte de mim. Você esteve em cada linha que já li desde que vim aqui pela primeira vez, quando ainda era o garoto comum e rude cujo pobre coração você partiu. Você esteve em todos os projetos que eu fiz desde então — nos rios, nas velas dos navios, nos pântanos, nas nuvens, na luz, na escuridão, no vento, nos bosques, no mar, nas ruas. Você era a encarnação graciosa de todas as fantasias que a minha mente alguma vez concebeu. Estella, até minha última hora de vida, você não tem escolha senão permanecer parte da minha natureza, parte do pouco bem que existe em mim, e parte do mal. Mas, nesta separação, eu a associo ao bem; e aí a manterei sempre fielmente, pois você me fez muito mais bem do que mal, não importa a profunda angústia que eu possa sentir agora. Que Deus a abençoe, e que Deus a perdoe.
O Cenário mudou, ele é Pip, ela Estella;  Mas diferentemente das outras vezes, Elí não está subejugada, desta vez não é só a personagem que fala, Elí também domina a  mesma arte que William, mesmo que incocientemente. Uma guerra de forças que termina com a ilusão. Ela não vai perdua-lo nunca, por usar magia no amor.
...
Anna decide ser clara com Liéven: o casamento acabou, vou embora! Liéven faz um escândalo e joga todas as coisa da mulher na rua. Mas quando Hermê aparece chorando mais que a própria Anna, ajudando a mulher do homem que ama, Liéven petrifica.
...
William pede ajuda a Emma para pedir perdão a Elí. Mas ela não consegue, Elí se trancou no quarto e se recusa a sair, passa o tempo lendo, tal qual a Vitória antes de morrer. Romeu se preocupa com a filha e tenta pedir ajuda ao sobrinho, mas a esta altura ele também está tomado pela mesma luz negra.
...
Liéven procura Lena para falar sobre o futuro de Emma, mas a menina o despreza e ele é espulso por Lisandro. Então ele vai procurar Hermê, que o rechaça: Não vou esperar você mudar depois que agente se unir, você tem que mudar hoje, agora para sempre".
...
Desesperado, Romeu procura um jeito de salvar a filha e o sobrinho e se aconselha com Julieta. E com um vento pela janela, Vitória aparece,disposta a ajudar o filho.

Onde a magia se encontra, em William? Hermê conseguirá superar a morte do marido e sua mania de limpeza? Emma vai amadurescer e ter seu final feliz? Quais aventuras aguardam Elí e William? Jane terminará sozinha e poderosa? Romeu & julieta formarão um casal da terceira idade? Anna e Dmétrio conseguirão que o romance sobreviva ao dia-a-dia?
avatar
sandyleahlove

Mensagens : 37
Data de inscrição : 17/01/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum