MÁSCARA - Raphael Paranhos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

MÁSCARA - Raphael Paranhos

Mensagem por Rapha em Sex Maio 13, 2016 4:30 am

Raphael andava na rua vazia, sozinho, de casaco e escutando música em plena tarde nublada, tinha ido ao mercado, para no ponto de ônibus, também vazio. Do outro lado da rua, um jovem sem camisa discansava após andar alguns km de skate. Raphael o olha, admira sem perceber. O menino nota e o afronta. Raphael se desespera e corre. Pérola assistia a cena, e foi segurar o sem camisa, que era parceiro dela., demonstrando algum afeto por Rapha.
Enquanto isso, Laura maltratava um empregado por ter atrasado com a sessão de drenagem dela, ele se constrangeu e chorou, e só foi mais esculachado.Laura se arruma e vai para a empresa dos pais, falar com eles, eles trabalhavam no ramo artístico, ela pergunta quando viajarão para Paris e pede dinheiro para jóias novas, cansou das antigas.
Alex saboreava um vinho, em uma festa da empresa da família, no ramo dos vinhos. um homem passa e o zoa por ser gay, ele se irrita e paga uns caras na rua para pegarem ele na porrada, seu então namorado não aprova a atitude, e o dá uma lição de moral. Alex o afronta pois não aceita aquela situação. na casa de Rapha, todos sentavam na mesa, onde conseguiam escutar a TV. Escutava-se uma matéria sobre uma manifestação LGBT, e os pais dele começaram a criticar aquilo, dizendo que n era normal etc.
Rapha se constrange com aquilo, fazendo ser um estímulo para n se aceitar nem se assumir. Eles começam a falar da viagem para Paris que eles armavam em família, que chegava. Já de noite, Pérola estava dividindo drogas e alcool, ela e uns caras juntam para espancar um mlk que passava. A polícia chega, e Pérola é a primeira a fugir escondendo as drogas. Pérola pensa em Rapha. Alex é paparicado pelos pais, mas não se sente feliz, causando estranhamento. Ele não se sentia amado da forma certa.
Laura seduz um cara para levar um sapato caro sem pagar. Raphael pensa e si e na sua sexualidade, não aceita, luta contra e chora. Ele vai sair na rua para tomar um ar. O cara que ele se atraiu na rua junta uns caras para meter a porrada nele. Raphael foi espancado e Pérola tentou defende-lo. Pérola apanha um pouco mas consegue espantar eles.
Alex "se diverte" com um novo peguete numa boate, eles transam.
Laura é submetida pelos pais a começar a trabalhar na empresa, e a mimada se irrita fortemente e dá piti, mas tem que engolir.
Alex acorda, dá um beijo na testa dele, diz que ele é bom e vai embora.
Raphael, que tinha voltado escondido durante a madrugada, e visto pelos pais todo espancado, manchado etc. Ele diz que foi andar de bicicleta e caiu da ladeira. Ele sai nas ruas para agradecer Pérola, a quem já havia rolado alguma aproximação. Pérola e ele começam a conversar. Eles se conhecem um pouco, mas Raphael foge um pouco de ter alguma coisa. Pérola avança e dá um beijo. Raphael se sente estranho. Pérola diz que gosta dele, que se anima. Ele se anima não pq gostou dela, e sim pq tem alguém que goste dele msm.
Alex viaja para Paris, no mesmo voo de Laura.
A família de Rapha começa a arrumar suas malas pra viajar dias depois. Raphael se olha no espelho e se assusta com o próprio corpo, desnutrido, ele começou a ter vergonha de si mesmo. Ele começa a se cobrir com os braços, deslizar suas mãos pelo seu corpo. Ele veste uma camisa de manga comprida e passa a só vestir roupas assim, faça chuva ou faça sol.
Ele vai ao encontro de Pérola. Um primo dela dormiu lá, no sofá. Ele estava de cueca no sofá. Raphael ficou estremecido.
Os pais de Alex vão perguntar o por que dele estar tão distante. Ele se abre, e seus pais não aceitam que estavam o criando errado, e dizem que ele falou bobagens.
Ele sai nas ruas parisienses para se distrair e aliviar todo o estresse, visita um bar que costuma frequentar quando viaja para lá. Rapha e Pérola almoçam juntos, e na hora em que vão transar, Rapha começa a estranhar a visão da vagina de Pérola, se sente inseguro, acha que não está na hora e arrega. Laura é forçada a ficar até tarde trabalhando para se acostumar. Sozinha, em vez de trabalhar ela chama uns 2 garotos de programa franceses e faz a festa no escritório. Chega o dia da viagem de Raphael com a family. Pérola se despede com emoção, e a trama vai engrenar.
Raphael e a família visitam uma exposição dos negócios da família de Laura. Laura e Rapha se esbarram. Laura se encanta com a beleza diferente do normal de Raphael. Laura pede seu numero, e consegue com êxito. Ela começa a o puxar para um cantinho escuro. Tenta o seduzir, mas se irrita com o fato de não conseguir. Ela força o personagem a desabotoar sua camisa, Laura começa a fazer um "espetáculo" para ele. Laura avisa estar aberta a relacionamentos, e que o espera, mas sem paciencia para demoras.
No dia seguinte, Pérola pensa em Raphael e sente saudades. Ela recorre as drogas para se ocupar, e desmaia na cozinha.
Raphael decide passear para conhecer as belezas que a cidade luz podia o apresentar. Ele começa a refletir, pensa sobre si, seu corpo, sua sexualidade. Ele começa a ficar confuso. Avista um menino bonito, e foge dele, mas avista outro, e corre. Ele se desespera, e para logo em frente a uma loja de espelhos. Ele se vê e se constrange, ele queria evaporar dali para parar de passar "vergonha". Ele começa a chorar, senta num banco, deita, fica encolhido desesperado sem saber o que fazer. Tudo estava tudo confuso. Ele se perde no meio de seus pensamentos, mergulha numa escuridão e não sai de lá. Ele respira tudo e para em um bar, que viu como abrigo naquele fim de tarde.
Alex frequetava aquele bar, e o visita. Ele e Raphael trocam olhares. Alex percebe a tristeza no olhar de Raphael, e vai conversar com ele:
-Tudo bem com você? - diz ele em francês.
-O que???
-Ah é brasileiro... Perguntei: tudo bem com você? Não costumo ver pessoas com este semblante em plena Cidade Luz. É algo bem estranho...
-Te conheço?
-Não, não conhece. Mas esta´tendo a oportunidade de me conhecer agora. Sou generoso, quero te ajudar.
Rapha se encanta com Alex.
-Não precisa disso, pode ir embora. Deve ter coisas mais importantes para fazer, num é?
-Tenho. Mas não tô afim de fazer nada. Quando me sinto assim, venho para cá. Aliás, (em francês) sirvam um vinho para o menino aqui, por favor... Pedi um vinho para você...
-Eu não bebo...
-Experimente ué, é para isso que existimos. Para experimentar novos prazeres, desprazeres. O mundo é muito vasto para nos fecharmos deste jeito.
-Nossa, mas que fala bonita. Parece ser uma pessoa bem inteligente. E por que me pediu vinho?
-Não sou inteligente não, só me acho vivido mesmo. Pedi vinho pois vinho sempre serve para alegrar, pelo menos para mim.
Rola um clima entre os dois.
-Nossa, é bom mesmo. Qual é o seu nome, aliás?
-Alex.
-Raphael, muito prazer...
-O vinho é fascinante, seu brilho, seu sabor, sua cor. Meus pais são donos desta marca que bebemos.
-Deve ser bem rico...
-Sou sim, mas isso não é tudo para mim. Falta alguma coisa, entende? Num sei explicar. Agora, vamos falar de você: por que estava depressivo desta forma?
-É coisa minha... Estive um pouco confuso, mas é coisa da minha mente mesmo. Acho que complico muito a minha vida, invento detalhe onde não tem, me confundo dentro de mim mesmo!
Os dois se aproximam, ia rolar beijo...
-Você é bem bonito, Rapha.
Raphael estranha o elogio, não por vir de um homem, e sim pois o chamou de bonito. Raphael desconversa e foge.
Raphael decide ligar para Laura, e começarem um relacionamento.
Laura se surpreende e se alegra. Eles se encontram e rola beijo. Eles acabam indo para a cama, mas Raphael faz isso bem assustado e pensando em Alex. Rapha e Laura assumem o namoro. No dia em que voltam para São Paulo, Raphael vai no voo junto da família e com Laura e seus pais. Ele se depara com Alex na poltrona do outro lado do corredor. Eles trocam olhares. Laura atrapalha eles. Durante o voo, Raphael pensa em Pérola e fica com medo.
Pérola vai o receber no aeroporto, e se depara com Laura. A bad girl n aceita aquilo e parte pra porrada. Começa uma rixa entre Laura e Pérola. Pérola briga com Raphael mas culpa Laura por tudo. Ela pesquisa a vilã na internet e encontra tudo sobre. Raphael dispensa Pérola e Laura, que não aceitam aquilo com facilidade.
Pérola chama uns "Mano" e invade a sede da empresa de Laura, sem saber que ela estava trabalhando lá dentro, eles quebram tudo. Rola embate entre as duas. Laura deixa Pérola para trás. Pérola fica trancada numa sala pegando fogo (posto por ela mesma). Pérola no desespero atira duas cadeiras do escritório num janelão trancado e pula. Os vastos arbustos que rodeavam a mansão amorteceram a queda, que foi de uma altura bem restrita. Laura se vitimiza para a mídia. Os pais de Alex prestam solidariedade e contribuem para a restauração do escritório. Raphael, numa noite sombria. Pensa em Alex. Ele começa a se bater na cama, seu pênis se estremece. Ele o segura e começa a gemer. Ele geme e o prazer só aumenta, ele começa a jorrar esperma na cama e ele percebe. Quando ele vê, tinha uma manchinha esbranquiçada na cama. Ele não aceita aquilo e se assusta . Tudo começa a girar para ele. Raphael lava o rosto.
Laura vai atrás de Raphael, que foge. Laura chega em casa e surta, entra no quarto e começa a quebrar tudo, gritar, rasgar suas roupas, grita com a empregada.
Alex lembra de Raphael.
Pérola se deprime com Raphael, e cai nas drogas. Fica louca e dorme no meio da rua. Acorda toda largada e suja que nem mendiga.
Raphael experimenta ir para a boate, e encontra Alex. Eles não se seguram e se entregam um ao outro. Eles se aproximavam, e quando viram se pegavam no meio da pista. Foram para o motel, eles vão transar. Raphael tira a camisa de manga comprida, mas se arrepende:
-Desisto.
-Oi?
-Não tem como ser assim. Como você vai sentir prazer nisso? O fato é que eu sou feio, estranho. Sou macabro... Muita vergonha.
-Para! Você é muito lindo, não precisa ter vergonha de nada!
-Tá dizendo isso para me agradar...
-Tô dizendo isso porque é verdade! Você tem uma beleza natural, uma beleza diferente. Foge aos padrões, do convencional. Isso, aliado a sua pessoa, é seu encanto.
-Eu não sei...
-Não fica assim, já fez sexo antes?
-Sim, mas forçado e sem vontade. Aquela vez não conta para mim.
-Então calma, muita calma. Vou te ajudar, não vamos fazer nada que não queira...
-Está bem...
Eles sorriem. Raphael retira a camisa de Alex, desabotoa sua calça, que tbm é retirada. Desce sua cueca lentamente. Raphael tira a roupa e deita, Alex engatinha por cima dele. Raphael aprecia seu corpo escultural, isso se refletia em seu olhar. Raphael desliza a mão pelo seu peitoral, eles se beijam e transam a longo prazo.
Laura descobre onde mora Pérola, visita o beco que frequentava a gangster e a encurrala. Ela pega uma faca e a flagela inteira pelo corpo. Pérola declara que vai ter volta. Ela vai pedir para Raphael voltar para ela mas ele estava saindo de casa ia se encontrar com Alex. Pérola segue ele. Ela segue ele até o apartamento alugado. ia se encontrar com Alex. Pérola segue ele. Ela segue ele até o apartamento alugado. ia se encontrar com Alex. Pérola segue ele. Ela segue ele até o apartamento alugado.ia se encontrar com Alex. Pérola segue ele. Ela segue ele até o apartamento alugado.ia se encontrar com Alex. Pérola segue ele. Ela segue ele até o apartamento alugado. ia se encontrar com Alex. Pérola segue ele. Ela segue ele até o apartamento alugado. Eles esquecem de trancar a porta. Pérola bate uma foto mas entra em desespero, chora assistindo a cena. Ela vai dedurar tudo para Ricardo, pai de Raphael e Amélia (mãe). Eles se desesperam. Pérola mostra tudo para Laura, e propõe uma aliança. As duas viram aliadas e promovem um flagra dos pais em cima do casal.
Ricardo e Amélia fingem que saem para jantar. Essa é a deixa para Raphael receber Alex em casa. Eles foram fazer sexo mas Laura, Pérola, Ricardo e Amélia entraram de novo e flagraram os dois. Os dois se assustam. Raphael entra em desespero e tenta se explicar mas n consegue.
Ricardo mete a porrada no filho, a mãe chora, jogada no chão. Laura ri de tudo e Pérola sente angústia com tudo aquilo.
-E foi você que levou o meu filho para o mal caminho, num foi gayzinho de merda? - disse Ricardo para Alex.
Alex apanha muito.
Amélia, sem ninguém perceber, vai a cozinha na casa de um andar e pega uma faca, ela se mata.
Quando Ricardo para de violentar o casal e chora, todos percebem a ausência de Amélia. Pérola vai a cozinha e dá um grito com a cena. Todos vão ver. Amélia estava jogada na cozinha com uma faca atravessada em seu peito.
Raphael é expulso de casa e vai morar com aLEX. Pérola ainda sentia algo por Rapha, mas Laura não. Queria uma vingança fria para o casal.
Raphael começa a se aceitar, e Alex começa a mudar seus traços rudes e egoístas. Os dois precisavam um do outro. Assumem o namoro, e os pais de Alex conhecem o garoto, e gostam dele. Prometem todo o apoio do mundo naquele momento.
X-Kaio
Pérola anda por aí sem rumo, com maconha em mãos, sofre, com frio, se acaba. Laura pensa na traição, pensa em Raphael, pensa em muitas maldades para ele e ri, enquanto chorava pela vergonha de ser traída por com um macho. Foi uma cena aterrorizante. Ricardo encontra o endereço de Alex e atira nele. Raphael o socorre.
Raphael vai conversar com o pai. É esculachado, humilhado e vai embora. Ele sofre muito. Pérola se joga de cabeça nas drogas, e sente tonturas. Ela passa mal no meio da rua e ninguém a socorre.
No dia seguinte, antes do enterro de Amélia, Alex ia denunciar Ricardo, mas Raphael defende o pai, e o segura.
No enterro, a tensão predominava. Ricardo tenta escorraçar Raphael do enterro, mas Raphael o enfrenta com dureza. após o enterro, Ricardo sofre com a distância de Raphael, mas n assume isso, orgulhoso.
Laura arquiteta um plano para assassinar Rapha, e pede a ajuda de Pérola. Pérola ainda sentia alguma coisa por Rapha, por isso a questiona.
As duas tem embatee Pérola corre para avisar Raphael, e Laura corre para colocar o plano em prática. Laura aparece com uma moto e uma pistola atrás de Raphael numa rua próxima de sua residencia. Pérola o grita, e ele percebe. Ele corre. Laura bate com a moto. Se rastejando toda machucada, ela atira porém erra. Ralex e Pérola se aliam. Ralex e Pérola se aliam.
Após sair do hospital, Ricardo e Laura firmam aliança e Raphael sofre sequestro. Durante isso, Raphael e Ricardo tem embate. Ricardo mostra que ainda ama muito Raphael, apesar de lutar contra isso. Laura e Raphael se conflitam. Alex e Pérola se desesperam. Raphael consegue fugir, porém ele se perde na grande São Paulo. Alex aborda Laura, que diz que Rapha está desaparecido. Alex e Rapha sofrem pensando um no outro.
Rapha consegue ligar com o telefone de uma pessoa na rua. Alex e Pérola estavam reunidos no momento, eles vão atrás de Rapha, com emoção, Raphael é pedido em casamento. Rapha aceita. Pérola sente angústia. Raphael vai afrontar Laura na empresa. Raphael e Laura brigam feio. Raphael se retira e Laura taca um vaso na porta quando ela se fecha. Alex compra um apartamento para recomeçar a vida com Rapha. Pérola tenta matar Laura na porta da empresa, já vazia, porém ela sente tontura em detrimento das drogas e desmaia. Laura a tortura. Alex e Raphael pintam juntos o apartamento novo. Enquanto pintavam, eles brincavam e pintou clima. Acabam na cama. Pérola acorda jogada numa sarjeta.
Raphael e Alex falam de casamento para Ricardo. Ricardo soca Raphael, e Alex o afronta. O embate termina em Ricardo destruído. Raphael e Alex brigam por isso. Eles se afastam um pouco. Pérola aproveita e dá investida em cima de Raphael. Raphael puxa ela pelos cabelos e a escorraça do apto.
Raphael sai para caminhar, senta na praça e reflete. Pensa em Alex. Laura vai colocar fogo no apto dele, mas é flagrada. Laura se desespera, chamam a polícia e ela foge. Raphael decide arquitetar uma vingança contra Laura. Alex vai atrás dele. Em uma noite escura, Ricardo pensava no filho e sofria. Decidiu pedir perdão na mesma noite, Raphael levantou da cama escondido de Alex e foi atrás de Laura com uma arma. Laura, por sua vez, foi até o beco onde Pérola se enfurnava fumando. Raphael a segue. Laura e Pérola se confrontam.
-Laura?
-Pérola, minha amiga! Tá pronta?
-Pronta para o que? Vai me matar? Olha...
-Isso! Num sabia que você já tinha aprendido a ligar os pontos, sonsa!
-Você não vai fazer isso... É uma covarde!
-Covarde? Eu? Acho que a senhorita se enganou...
-Você é suja Laura... Vive no luxo, no conforto, porém é suja de alma... Suja de personalidade. É uma pessoa obscura, ridícula. Vai acabar no fundo do poço!
-Melhor ser suja de alma, do que suja de corpo também, como é o seu caso. Se enxerga, garota! Se eu vou acabar no fundo do poço, você já está lá cavando ainda mais fundo! Quem você pensa que é para afrontar Laura Cecília Moratelli?
-Pérola Maria dos Santos, tal que não tem medo de uma putinha esculachada. Quer se sentir por cima mas está por baixo...
-Antes putinha do que drogadinha (risos). Chegou sua hora, mais algo a dizer? Te dou 10 segundos.
-Cínica...
-Aproveite que estou sendo piedosa, senão já tinha metido a bala faz muito tempo!
-Nada a comentar, só aviso que se eu for para o inferno, te espero lá. Você já é o próprio demônio.
-Ok, e lá vai!

Laura vai apertar o gatilho, mas Raphael surge do outro lado da rua e atira em seu peito. Laura cai em cima de Pérola, e a derruba. Laura morre. Alex havia o seguido, e viu a cena. Raphael se arrependeu e começa a entrar em desespero. Ricardo, escuta o tiro e vai olhar. Ele se depara com aquilo. Rola desespero entre os personagens. Ricardo pede perdão para Rapha. Ricardo assume o crime e força todos a ficarem calados quanto a isso. Rapha sofre.
Pérola, no dia seguinte, pede uma segunda chance para Raphael, implora de joelhos para eles terem alguma coisa, leva um ultimato.
Pérola ficou o final da tarde todo no beco angustiada. Se sobrecarregou de todo tipo de droga, até as que nunca experimentou, foi uma carga tão grande que ela teve uma overdose, morreu ali mesmo. Um homem viu Pérola jogada na rua, com a boca espumada, vesga e morta paralisada. No enterro de Pérola, ninguém, apenas Raphael por consideração.
Meses se passam e chega o casamento de Ralex, no cartório, eles comemoram em uma festa ao ar livre, Alex se desapega da empresa da família e junto de Raphael, abre um novo negócio, um bar. Os dois adotam um filho. Alí, surgia uma nova família, uma nova vida para todos eles.
A cena final consiste em um momento entre Ralex, em que eles conversavam sobre eles e o futuro, eles se beijam e depois há transa.
FIM

Rapha

Mensagens : 15
Data de inscrição : 05/02/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum